Aristo

Prova de Revalidação em Medicina: 7 dicas para potencializar seus estudos

Escrito por: Fala content
23 de fevereiro de 2024 23/02/2024
9 minutos de leitura 9 minutos de leitura

Preparar-se para a prova de revalidação em Medicina requer estratégia e dedicação. Principalmente para aqueles que querem exercer a profissão no país. 

Este guia oferece a você sete dicas para revalidação em medicina, para que otimize os seus estudos aproveitando recursos e métodos que podem impulsionar sua preparação rumo ao sucesso no exame.

Conheça as 7 dicas para que você possa fazer a prova de revalidação em medicina. l Foto: freepik
Conheça as 7 dicas para que você possa fazer a prova de revalidação em medicina. l Foto: Freepik.

Como é a prova de revalidação em medicina?

A prova de revalidação em medicina, também conhecida como Revalida, é um exame organizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), vinculado ao Ministério da Educação (MEC). O objetivo do exame é verificar a aquisição de conhecimentos, habilidades e competências requeridas para o exercício profissional adequado aos elementos e requisitos do Sistema Único de Saúde (SUS), ao nível equivalente ao exigido dos médicos formados no País. A prova é dividida em duas etapas:

Etapa 1:

A Prova Objetiva é composta por 100 questões de múltipla escolha, cada uma apresentando 4 alternativas. Com duração total de 4 horas e 30 minutos, a avaliação abrange as cinco principais áreas da medicina:

  • Clínica Médica
  • Cirurgia
  • Pediatria
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Medicina Familiar e Comunidade

Para que você seja aprovado na Etapa 1, o candidato deve obter nota mínima de 50% de acertos na prova.

Etapa 2:

Prova Discursiva, composta por 5 questões dissertativas, com 20 linhas cada. A prova tem duração de 4 horas e 30 minutos e abrange as seguintes áreas:

  • Clínica médica
  • Cirurgia
  • Ginecologia e obstetrícia
  • Pediatria
  • Medicina de família e comunidade

Para ser aprovado na Etapa 2, o candidato deve obter nota mínima de 60% de acertos na prova.

Os candidatos que forem aprovados nas duas etapas do Revalida serão considerados aptos para exercer a medicina no Brasil.

Quais conteúdos aparecem com mais frequência?

Os conteúdos que aparecem com mais frequência na prova de revalidação em medicina são aqueles que são considerados fundamentais para o exercício da profissão médica no Brasil. Esses conteúdos estão relacionados às áreas de conhecimento que são mais relevantes para o atendimento das necessidades da população brasileira, que são as áreas de saúde pública, saúde mental e atenção primária à saúde. A seguir, apresentamos alguns exemplos de conteúdos que aparecem com mais frequência na prova de revalidação em medicina:

Saúde Pública

  • Epidemiologia: Este ramo da saúde pública concentra-se no estudo das causas, distribuição e controle das doenças em populações específicas. Isso inclui a análise de dados para identificar padrões de doenças e fatores de risco.
  • Indicadores de Saúde: São medidas utilizadas para avaliar o estado de saúde de uma população, incluindo taxas de mortalidade, incidência de doenças, expectativa de vida, entre outros, que ajudam a compreender e monitorar a saúde coletiva.
  • Saúde da Família: Envolve estratégias que visam a promoção da saúde dentro do contexto familiar, oferecendo cuidados primários, prevenção de doenças e acompanhamento de grupos familiares para melhorar a saúde coletiva.
  • Políticas de Saúde: Referem-se às diretrizes, regulamentos e decisões governamentais ou institucionais voltadas para a organização e funcionamento do sistema de saúde, com o objetivo de garantir acesso, qualidade e equidade nos serviços de saúde.
  • Gestão em Saúde: Envolve o planejamento, organização, coordenação e supervisão de recursos e serviços de saúde, visando otimizar sua eficiência, eficácia e qualidade, além de buscar a melhoria contínua dos sistemas de saúde.

Saúde Mental

  • Transtornos Mentais: Referem-se a condições que afetam a saúde mental, como depressão, ansiedade, esquizofrenia, entre outros, que causam alterações no pensamento, no humor e no comportamento das pessoas.
  • Epidemiologia dos Transtornos Mentais: Estuda a incidência, prevalência e os fatores associados aos transtornos mentais na população, fornecendo dados cruciais para entender a magnitude e os padrões dessas condições.
  • Tratamento dos Transtornos Mentais: Envolve uma variedade de abordagens terapêuticas, que podem incluir psicoterapia, medicamentos psiquiátricos, intervenções sociais e outras modalidades, visando a melhoria dos sintomas e o bem-estar do paciente.
  • Prevenção dos Transtornos Mentais: Estratégias direcionadas a reduzir os fatores de risco e promover fatores de proteção para prevenir o desenvolvimento ou agravamento dos transtornos mentais, incluindo programas de saúde mental e educação pública.

Atenção Primária à Saúde

  • Promoção da Saúde: Enfatiza ações que visam melhorar a saúde e o bem-estar, incentivando hábitos saudáveis, atividades físicas, alimentação adequada e outras práticas que previnam doenças e promovam o autocuidado.
  • Prevenção de Doenças: Inclui medidas destinadas a evitar o surgimento de doenças, como vacinação, orientações sobre higiene, controle de fatores de risco e educação em saúde.
  • Diagnóstico Precoce: Visa identificar problemas de saúde em estágios iniciais, possibilitando um tratamento mais eficaz e a redução de complicações, por meio de exames regulares e triagem.
  • Tratamento Oportuno: Garante acesso rápido e eficaz a cuidados médicos e terapêuticos, oferecendo intervenções adequadas para as condições de saúde identificadas na fase inicial.
  • Continuidade do Cuidado: Estabelece a importância da manutenção de um acompanhamento contínuo ao longo do tempo, garantindo que os pacientes recebam assistência constante e integrada para suas necessidades de saúde.

Além desses conteúdos, também são cobrados na prova de revalidação em medicina conteúdos relacionados às áreas de medicina interna, cirurgia geral, pediatria, obstetrícia e ginecologia, e prática geral.

É importante ressaltar que os conteúdos cobrados na prova de revalidação em medicina podem variar de ano para ano. No entanto, os conteúdos que apresentamos acima são aqueles que são cobrados com mais frequência na prova.

Para se preparar para a prova de revalidação em medicina, é importante estudar os conteúdos que são cobrados com mais frequência. Além disso, é importante também praticar a resolução de questões de prova, pois isso ajudará o candidato a se familiarizar com o formato da prova e a adquirir a habilidade de responder às questões de forma rápida e precisa.

Conheça 7 dicas para potencializar seus estudos

Conheça 7 dicas para potencializar seus estudos com a metodologia que Aristo oferece. A metodologia Aristo, fornecida na sua plataforma, contém videoaulas, apostila digital, mapa mental, questões de estudo teórico, revisão inteligente e revisão teórica. Essa metodologia foi desenvolvida com base em técnicas de aprendizagem ativa e de revisão espaçada, que são comprovadamente eficazes para a retenção de conhecimento. Veja abaixo:

1. Utilize recursos multifacetados

Aproveite plataformas educacionais que ofereçam variedade de recursos, como videoaulas, apostilas digitais, mapas mentais e questões de estudo teórico. Diversificar os métodos de aprendizado pode ampliar sua compreensão dos temas;

2. Aproveite a revisão inteligente

A metodologia de espaçamento de revisão pode ser uma ferramenta poderosa. Ao ajustar as revisões com base no desempenho em cada tema, você pode focar mais tempo nos tópicos que exigem mais atenção, maximizando sua preparação;

3. Adote a revisão teórica estratégica

A plataforma pode indicar áreas específicas que necessitam de revisão, apresentando questões de diferentes níveis de dificuldade. Isso permite uma revisão direcionada e eficaz, otimizando seu tempo de estudo;

4. Personalize seu estudo

Avalie seu próprio desempenho e adapte seu estudo de acordo com suas necessidades. Focar nos temas prioritários, identificados pela plataforma, pode melhorar sua preparação para a prova;

5. Estabeleça metas e planejamento

Crie um cronograma de estudos realista e estabeleça metas alcançáveis. Dividir o tempo de estudo por temas pode ajudar na organização e no acompanhamento do progresso;

6. Pratique com questões anteriores

Resolver questões de provas antigas é uma tática válida para se familiarizar com o formato da prova e para testar seu conhecimento. Isso pode ajudar a reduzir a ansiedade no dia do exame;

7.Equilíbrio e descanso

Não negligencie seu bem-estar. Equilibre os estudos com momentos de descanso para evitar sobrecarga. Manter uma boa alimentação, exercícios físicos e sono adequado contribui para um melhor desempenho nos estudos.

Estas dicas visam otimizar seu tempo e tornar seu processo de estudo mais eficiente e produtivo para o Revalida. Aproveite ao máximo os recursos disponíveis e ajuste sua preparação de acordo com suas necessidades individuais.

Quais são os erros mais comuns na preparação?

Os erros mais comuns na preparação para a prova de revalidação em medicina são:

  • Não se preparar com antecedência: A prova de revalidação em medicina é uma prova complexa e desafiadora, que exige um bom preparo dos candidatos. É importante começar a se preparar com antecedência, pelo menos 6 meses antes da data da prova;
  • Não estudar os conteúdos certos: A prova de revalidação em medicina cobre um amplo espectro de conteúdos. É importante estudar os conteúdos que são cobrados com mais frequência na prova;
  • Não praticar a resolução de questões de prova: A resolução de questões de prova é uma ótima maneira de se familiarizar com o formato da prova e de adquirir a habilidade de responder às questões de forma rápida e precisa;
  • Não ter uma rotina de estudos: Ter uma rotina de estudos ajuda a manter o foco e a disciplina nos estudos;
  • Não fazer pausas regulares: Fazer pausas regulares ajuda a evitar o cansaço e a fadiga, que podem prejudicar o desempenho na prova.

Ao evitar esses erros, você estará no caminho certo para alcançar o sucesso na prova de revalidação em medicina. E se tornar capaz de exercer a profissão no país.
Ficou interessado em mais informações sobre como potencializar seus estudos e sair na frente de seus concorrentes? Acesse o nosso site, e fique por dentro de tudo que acontece na Aristo.

Receba nossos conteúdos em primeira mão

Assine a newsletter Aristo e receba nossos conteúdos em seu e-mail

Posts relacionados